Sindicato dos Servidores da Assistencia Social e Cultural do GDF

SINDSASC MANTÉM A PARALISAÇÃO E ATO PÚBLICO DO DIA 5

SINDSASC MANTÉM A PARALISAÇÃO E ATO PÚBLICO DO DIA 5
 
Numa decisão absolutamente incompreensível, algumas Centrais Sindicais suspenderam a Greve Geral marcada para o dia 5/12. Essa decisão tem dois grandes erros. Um de método, porque nem todas as centrais participaram da decisão, outro de mérito, porque exatamente no momento em que o governo Temer se vê em dificuldades para aprovar a reforma da previdência é que nós deveríamos ampliar a mobilização, jamais recuar.
 
O SINDSASC vai manter a paralisação do dia 5 porque respeitamos as decisões de assembleia. Também está mantido o Ato Público em defesa do SUAS, no dia 5, 17 horas, em frente ao Centro de Convenções.
 
Conclamamos aos demais sindicatos para que mantenham suas programações e convidamos todos e todas à participação no Ato Público no dia 5.


Ultimas Notícias


CONFRATERNIZAÇÃO - GAMA E SANTA MARIA

13/12/2017

CONFRATERNIZAÇÃO - GAMA E SANTA MARIA

Ver Notícia

PANFLETAGEM - CANCELADO DEVIDO AO ADIAMENTO DA VOTAÇÃO

15/12/2017

PANFLETAGEM - CANCELADO DEVIDO AO ADIAMENTO DA VOTAÇÃO

Ver Notícia

CONFRATERNIZAÇÃO - PLANO PILOTO, VARJÃO, SUDOESTE, CRUZEIRO, OCTOGONAL E NOROESTE

15/12/2017

CONFRATERNIZAÇÃO - PLANO PILOTO, VARJÃO, SUDOESTE, CRUZEIRO, OCTOGONAL E NOROESTE

Ver Notícia

BOLETIM INFORMATIVO SINDSASC - ANO 2 - Nº11 - NOVEMBRO / DEZEMBRO 2017

13/12/2017

BOLETIM INFORMATIVO SINDSASC - ANO 2 - Nº11 - NOVEMBRO / DEZEMBRO 2017

Ver Notícia

ATENÇÃO - ALTERAÇÃO NA DATA DA CONFRATERNIZAÇÃO DE SOBRADINHO, SOBRADINHO II E FERCAL

15/12/2017

ATENÇÃO - ALTERAÇÃO NA DATA DA CONFRATERNIZAÇÃO DE SOBRADINHO, SOBRADINHO II E FERCAL

Ver Notícia

NOTA DOS SERVIDORES DA GESTÃO DO SUAS NO DF

12/12/2017

NOTA DOS SERVIDORES DA GESTÃO DO SUAS NO DF

Ver Notícia

VITÓRIA PARCIAL. A reforma da previdência não será votada agora. Agora vamos nos preparar para os embates do próximo ano e manter a pressão permanente para que parem de retirar os direitos do povo.

14/12/2017

VITÓRIA PARCIAL. A reforma da previdência não será votada agora. Agora vamos nos preparar para os embates do próximo ano e manter a pressão permanente para que parem de retirar os direitos do povo.

Ver Notícia