Sindicato dos Servidores da Assistencia Social e Cultural do GDF

Bolsonaro e Paulo Guedes querem reduzir salários de servidores e acabar com os concursos

07/11/2019 15:50


Nesta semana, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia Paulo apresentaram ao Congresso Nacional a chamada PEC (Proposta de Emenda à Constituição) Emergencial, que prevê um sério ataque aos servidores públicos, inclusive aos do Distrito Federal.

De acordo com matéria publicada pelo portal Metrópoles, a proposta vai permitir que até 25% da jornada de trabalho dos servidores e, connsequentemente, dos rendimentos. O texto apresentado prevê um congelamento do funcionalismo público federal e distrital.

Leia aqui a matéria completa do Metrópoles

Altamente prejudicial aos servidores, a PEC Emergencial também impede reajustes salariais e paralisa as mudanças de estrutura de carreira dos servidores. Matéria publicada pelo portal Nexo aponta que a proposta perniciosa de Paulo Guedes congela boa parte dos concursos públicos, bloqueia auxílios, bônus e benefícios que compõem a renda dos servidores, além de vedar a criação de gastos obrigatórios.

Leia aqui a matéria do Nexo sobre como a PEC prejudica os servidores


Ultimas Notícias


11/11/2019

Sindicato e candidatos(as) saem em defesa do concurso público

Ver Notícia

08/11/2019

Dieese apresenta nota técnica sobre a PEC-06, recentemente aprovada

Ver Notícia

11/11/2019

Informes do Sindsasc - Segunda, 11/11/2019

Ver Notícia

08/11/2019

TV Sindsasc tem como tema assembleia e situação dos servidores da assistência social

Ver Notícia

08/11/2019

Certame da Sedes é tema de reunião com os concursandos no dia 11 de novembro

Ver Notícia

11/11/2019

Golpe de Estado na Bolívia se faz com muita violência

Ver Notícia

11/11/2019

Sindsasc participa de reunião com a deputada Erika Kokay e secretário Ricardo Guterres (Sedes)

Ver Notícia

07/11/2019

Bolsonaro e Paulo Guedes querem reduzir salários de servidores e acabar com os concursos

Ver Notícia