Sindicato dos Servidores da Assistencia Social e Cultural do GDF

Sibdsasc apoia Ato Nacional em Defesa da Educação e da Aposentadoria

12/08/2019 13:56

 

Nesta terça-feira (13 de agosto), Brasília Integra o Ato Nacional em Defesa da Educação e da Aposentadoria. O ato será às 9 horas no Museu Nacional da República. O Sindsasc apoia o ato e convida aos servidores para fortelecer essa luta fundamental para o Brasil.

Na capital, educadores, estudantes e a sociedade de forma geral voltarão às ruas para dizer não aos cortes orçamentários na Educação e à reforma da Previdência.

É hora de lutar
Em março deste ano, o governo anunciou corte de R$ 5,8 bilhões nas verbas destinadas às universidades públicas e a programas de fomento à pesquisa. De acordo com Bolsonaro e seu ministro da Educação, Abraham Weintraub, os recursos seriam aplicados na educação básica. Mas o governo antipovo não só deixou de investir na educação básica como “esvaziou” ações voltadas para este setor, comprometendo a construção de creches, alfabetização e programas de educação em tempo integral.

Paralelo a isso, o governo Bolsonaro prometeu R$ 40 milhões para cada deputado que votasse favorável à reforma da Previdência que aumenta a idade e o tempo de contribuição para se aposentar, reduz o benefício a partir do cálculo feito pela média de todos os salários (antes, eram excluídas 20% das menores contribuições) e eleva alíquotas de contribuição, prejudicando principalmente os mais vulneráveis socialmente. Segundo levantamento da ONG Contas Abertas, em julho, quanto o texto da reforma da Previdência foi aprovado em primeiro turno, o governo liberou R$ 3 bilhões em emendas parlamentares. No último dia 6 de agosto, Bolsonaro mandou para o Congresso projeto que libera crédito extra de pouco mais de R$ 3 bilhões para emendas parlamentares.

Além de desidratar a educação pública e de qualidade e inviabilizar a aposentadoria do povo brasileiro, o governo Bolsonaro vem implementando uma série de medidas antipovo que resultam no aumento do desemprego, da desigualdade social, da concentração de renda e na ausência de um Estado soberano. Contra todas as cercas que separam o povo brasileiro da democracia e da liberdade, estaremos nas ruas no dia 13 de agosto, em uma grande aula pública, em plena Esplanada dos Ministérios.

 


Ultimas Notícias


21/10/2019

Candangolândia recebe reunião aberta da assistência social em 30 de outubro

Ver Notícia

22/10/2019

Sessão solene em homenagem aos Servidores Públicos

Ver Notícia

21/10/2019

Assembleia Popular Contra o Feminicídio é realizada em 26 de outubro

Ver Notícia

22/10/2019

Realizada excelente reunião no Recanto das Emas

Ver Notícia

21/10/2019

Campanha em defesa da Petrobrás e contra a privatização da empresa e de suas subsidiárias

Ver Notícia

22/10/2019

Prorrogada a distribuição de ingressos para a 4ª Festa do dia do servidor

Ver Notícia

18/10/2019

Sindsasc divulga balanço da articulação junto aos concursandos da assistência social

Ver Notícia

22/10/2019

Dia 29 de outubro tem reunião aberta no Riacho Fundo 1

Ver Notícia