Sindicato dos Servidores da Assistencia Social e Cultural do GDF

Bolsonaro ignora 11 propostas de compras de vacinas e resultado são 428 mil mortes

13/05/2021 17:18

 

 

Na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid, tem ficado ainda mais escancarada a responsabilidade de Bolsonaro com as 428 mil mortes decorrentes da pandemia no Brasil. Na CPI, Carlos Murillo, o presidente da divisão da América Latina da Pfizer, uma das principais empresas que fabricam a vacina contra a covid-19, afirmou que Bolsonaro negou 11 ofertas de compras do imunizante desde maio de 2020.

A baixa quantidade de doses de vacina pelo governo federal e, consequentemente dos estados e do Distrito Federal, é o fator que faz com que não haja imunização para os trabalhadores de categorias que prestam serviços essenciais durante a pandemia, como os servidores da assistência social do DF, que continuam de fora dos grupos prioritários da vacinação.  

A empresa ofereceu ao governo federal 1,5 milhões de doses para serem entregues em dezembro do ano passado. Em agosto de 2020, foi feita uma proposta de venda de 70 milhões de doses. Após essa oferta, outras foram feitas, mas somente em março deste ano, um contrato com a Pfizer foi assinado para a compra de 14 milhões de doses para serem entregues no segundo semestre.


Ultimas Notícias


17/06/2021

Prossegue a luta pela reposição de todas as vacâncias na assistência social

Ver Notícia

18/06/2021

Sem vacina, Unidade de  Acolhimento para Crianças e Adolescentes de Taguatinga  tem suspeita de testagem positiva 

Ver Notícia

17/06/2021

O povo volta às ruas contra o desgoverno Bolsonaro neste sábado (19 de junho)

Ver Notícia

18/06/2021

Chegamos a aproximadamente 85% de filiações no Gama

Ver Notícia

18/06/2021

Servidores dos Centros de Convivência não foram vacinados 

Ver Notícia

16/06/2021

Bolsonaro ataca servidores civis e dá privilégios a militares

Ver Notícia

18/06/2021

Sábado (19 de junho) é dia de protestar

Ver Notícia

16/06/2021

Sindsasc convoca delegados sindicais para reunião

Ver Notícia